ACRE.GOV.BR

Governo conclui concretagem da primeira laje da futura sede da Controladoria-Geral do Estado

Por: Felipe Hid

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), concluiu nesta semana a concretagem da primeira laje da nova sede da Controladoria-Geral do Estado (CGE), em Rio Branco.

Imagem aérea do momento em que os operários trabalham na conclusão da concretagem do prédio onde funcionará a CGE. Foto: Andriel Luy/Seop

Também já foi montada a estrutura para iniciar a concretagem da segunda laje do prédio, que está sendo erguido no centro da cidade, entre as ruas Floriano Peixoto e Rui Barbosa, na antiga instalação da Polícia Federal.

Obra da futura sede própria da Controladoria-Geral está a todo vapor. Foto: Andriel Luy/Seop

De acordo com a fiscal da obra e engenheira civil da Seop, Gicélia Viana, a conclusão dessa etapa assegura a continuidade dos serviços no período de inverno amazônico, sendo possível trabalhar com mais celeridade e eficiência na estrutura do prédio acima do nível da terra.

“É um importante marco porque, a partir deste momento, as intempéries não mais impactam a evolução da obra. Deixamos de trabalhar na parte do chão, com a dificuldade da lama, para trabalhar em uma estrutura seca. Desta forma os trabalhos ocorrem em ritmo mais acelerado, e só param naquele exato momento da chuva, retornando normalmente assim que termina”, relata.

Secretaria de Obras Públicas acompanha de perto os serviços de concretagem. Foto: Ascom/Seop

A obra total conta com 1.525m² de área constituída e dois pavimentos, estrutura que irá oferecer melhores condições gerais para que o Estado garanta ainda mais transparência e eficiência no uso dos recursos públicos.

O investimento é de R$ 6,2 milhões, provenientes de recursos próprios do Estado, por intermédio do Instituto de Previdência do Estado (Acreprevidência).

Operários em ação para erguer o prédio que contará com salas administrativas, auditório e os setores da Diretoria, Controle Interno, Jurídico, Orçamento e Finanças. Foto: Ascom/Seop

A partir das obras públicas, o Estado também amplia as oportunidades de trabalho e renda para milhares de operários da construção civil. “Só temos a agradecer a este governo por promover grandes obras. Os serviços aqui geram emprego para muitos operários e operárias e, conforme a obra avança, principalmente quando iniciarmos a parte da alvenaria, mais trabalhadores serão beneficiados”, comemora o mestre de obras Irineu Moura.

Skip to content