ACRE.GOV.BR

Obras de construção da nova maternidade Marieta Cameli avançam com concretagem de lajes

Por: Felipe Hid

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), acompanha de perto a primeira etapa da construção da nova maternidade de Rio Branco. Nesta semana, a obra avançou com os serviços de concretagem de lajes e vigas.

Obras estão a todo vapor na futura maternidade de Rio Branco, localizada na região do 2° Distrito. Foto: Luy Andriel/Seop

De acordo o diretor de Execução e Fiscalização da Seop, Denis Amorim, a equipe de engenharia inspeciona diariamente a obra visando assegurar celeridade e eficiência nos serviços.

“O nosso objetivo é que ao final da obra tenhamos uma estrutura que atenda às gestantes de forma ainda mais digna, confortável e salubre. O governo tem se empenhado para garantir mais esta obra importante para a população”, ressaltou.

Imagem aérea do local da obra da futura maternidade. Previsão para iniciar a segunda etapa em janeiro de 2024. Foto: Luy Andriel/Seop

No domingo, 31, se completam 150 dias decorridos desta obra desde a assinatura da ordem de serviço. Nesta primeira etapa da obra, as fundações já foram concluídas e os primeiros blocos estão na fase de concretagem da laje.

A engenheira civil Adryele Araújo, da empresa responsável pela obra, relatou que a obra segue criteriosamente o cronograma.

“Hoje estamos fazendo a concretagem de laje do Bloco C, que tem cerca de 430 m2. Já fizemos a concretagem do Bloco B, que tem aproximadamente 900 m2, e no próximo mês faremos do Bloco A, concluindo as primeiras lajes. Estamos dentro do prazo para entregar a primeira etapa da obra ainda em 2024”, informou.

Avanços na primeira fase da obra já são evidentes após praticamente 150 dias de serviços. Foto: Luy Andriel/Seop

Após a etapa de concretagem de lajes e vigas, os serviços continuam com as vedações, as alvenarias, os rebocos e as instalações elétricas e hidráulicas. A obra vem gerando postos de trabalho para os operários da construção civil.

Obras geram trabalho e renda para centenas de operários da construção civil e fomentam a economia local. Foto: Luy Andriel/Seop

“Já tem três meses que estou trabalhando nesta obra. São 25 anos que atuo nesses serviços em que tiro o meu sustento e o da minha família. É muito importante o governo gerar emprego para nós”, comemorou o operário Manuel de Oliveira Rosa.

Skip to content