ACRE.GOV.BR

Estado apresenta plano com obras e ações em evento do Crea para estudantes e profissionais de engenharia

Por: Felipe Hid

Durante o ciclo de palestras Desafios e Oportunidades do Mercado das Engenharias e Agronomia, promovido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Acre (Crea-AC) e pelo Centro Universitário Uninorte em comemoração ao Dia do Engenheiro, 11 de dezembro, o governo do Estado apresentou a estudantes e profissionais de áreas de construção civil as obras de infraestrutura já realizadas no Acre e o planejamento para os próximos quatro anos, indicando perspectivas positivas para o setor. O evento foi realizado na noite desta quarta-feira, 14, em Rio Branco.

Encontro foi realizado em homenagem ao Dia do Engenheiro, celebrado em 11 de dezembro. Foto: Lucas Oliveira/Seinfra

O governo do Acre foi representado pelos titulares das secretarias de Infraestrutura (Seinfra), Cirleudo Alencar, e de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), Assurbanipal Mesquita. O evento contou também com a palestra do pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o engenheiro florestal Evandro Orfanó, e as participações da presidente do Crea, Carmem Nardino, e do diretor-geral da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea (Mútua), Luciano Sasai.

“O mercado precisa da engenharia, são 229 obras do Estado em andamento, e temos que garantir funcionalidade e eficiência. São mais de R$ 500 milhões investidos em obras com recursos próprios e emendas parlamentares. Temos priorizado a contratação de empresas da construção civil do Acre e fortalecido as economias de cada cidade, gerando postos de trabalho para a população local”, relatou Cirleudo Alencar.

Apresentação de plano com diversas obras e ações leva incentivo e esperança a estudantes de engenharia que ingressam no mercado de trabalho. Foto: Lucas Oliveira/Seinfra

O gestor da Seict também relatou os caminhos percorridos pelo governo nos setores empresarial e tecnológico, que contribuem para fortalecer a área das engenharias. “Abordamos o fortalecimento das diversas cadeias produtivas a partir das ações do governo. Aliamos as perspectivas do agronegócio, da indústria, do comércio e da tecnologia e inovação aos interesses dos profissionais das engenharias”, explicou Mesquita.

Estudantes e profissionais assistiram a palestras e participaram do debate com perguntas. Foto: Lucas Oliveira/Seinfra

A presidente do Crea afirmou que a presença do Estado é essencial para enriquecer o debate sobre o mercado de trabalho nos setores das engenharias.

“Esta discussão contribui com a formação dos estudantes e o desenvolvimento do Acre. O nosso estado tem um potencial para desenvolver as engenharias e assegurar oportunidades aos jovens profissionais que serão lançados no mercado de trabalho”, disse Carmem Nardino.

Skip to content